Tecnologia

Ser criativo para ser sustentável: tijolos inovadores


O que eu gosto no SustentArqui é a linguagem acessível e despretensiosa com que o portal trata de temas como reuso de água, telhados verdes e painéis fotovoltaicos. Além de se informar de um jeito fácil sobre os sistemas e tecnologias verdes no Guia de Materiais Sustentáveis, o leitor aprende a fazer coisas como reutilizar tubos, pateles e garrafas PETs na seção Dicas de Sustentabilidade. Mas isso é só uma amostra do conteúdo do SustentArqui, que vale a pena ser explorado mais a fundo.

10 Tijolos Ecológicos Inovadores foi uma das matérias que mais gostei deste portal. Principalmente por achar que os tijolos ali reunidos respondem de maneira criativa e eficaz às questões como reciclagem, produção e design. Vamos à matéria:

10 TIJOLOS ECOLÓGICOS INOVADORES (por Juliana Rangel)

Já falamos aqui das diversas vantagens dos tijolos ecológicos tradicionais; feitos com uma mistura de solo, cimento e água; mas várias iniciativas criativas estão desenvolvendo novas maneiras de se construir com tijolos ecológicos inovadores.   Confira a lista de 10 tijolos ecológicos inovadores:

1- Tijolos ecológicos coloridos feitos de resíduos plásticos encontrados no oceano. O Replast  é um produto desenvolvido pela ByFusion, uma startup estadunidense, que transforma o lixo plástico dos oceanos em blocos de construção, sem o uso de colas ou adesivos. A produção do material emite 95% menos gases poluentes do que um bloco de concreto tradicional. 10 tijolos ecológicos inovadores.

Foto: divulgação Replast

2 – Tijolos feitos com resíduos de escavação da obra A empresa americana Watershed Materials, desenvolveu um sistema que reutiliza o material residual retirado da obra, através de uma fábrica pop-up instalada no local. Além do reaproveitamento do material, a  iniciativa diminui o transporte de materiais, diminuindo as emissões de gases poluentes.

Imagem: divulgação Watershed Materials

3 – Tijolos ecológicos inovadores feitos com escombros da guerra de Gaza O aumento da demanda da construção, a dificuldade de encontrar materiais tradicionais e a disponibilidade da matéria-prima de escombros da guerra, fizeram com que duas jovens engenheiras desenvolvessem os tijolos feitos com cinzas dos escombros.

4- Eco BLAC composto de 70% de cinzas O Eco BLAC foi criado por indianos, e possui em sua composição 70% de cinzas de caldeiras, que são misturadas com hidróxido de sódio, cal e uma pequena porção de argila. Enquanto os tijolos tradicionais vão a 1000 ° C no forno, consumindo grande quantidade de combustível, o tijolo ecológico Eco BLAC pode ser curados à temperatura ambiente, anulando as necessidades energéticas, não emitindo gases nocivos ao meio ambiente.

foto: divulgação Eco Blac

5- Unicef Brick – Tijolo que fornece alimentos, água e abrigo. O conceito simples e inovador foi desenvolvido pela empresa de design Psychic Factory e visa eliminar o desperdício e os problemas logísticos encontrados no fornecimento de comida e água engarrafada em situações de emergência. O tijolo tem dois compartimentos – um com alimentos não perecíveis e outro com água. Uma vez que estes são consumidos , os tijolos podem ser preenchido com terra e areia ou rochas, e facilmente empilhados como blocos de LEGO para construir abrigos.

Foto: Psychic Factory

6- Tijolo Ecológico de Reciclagem de Pneus O tijolo ecológico que contém a borracha de pneus usados na sua composição, foi criado pelo empresário Inácio José O. Neto, que patenteou a ideia. Segundo seu criador, o tijolo de borracha tem diversas vantagens; é não-inflamável, contribui para o conforto térmico e acústico do imóvel, é mais leve que os blocos tradicionais, além de diminuir a quantidade de resíduos de pneus nos aterros.

Imagem: reprodução

7- Tijolos de Mariana A ideia central do projeto é aproveitar a quantidade enorme de rejeitos que se espalhou por Mariana e no entorno, transformando-as em algo útil, ajudando na reconstrução da cidade. O Tijolos de Mariana é fruto de uma parceria das empresas Grey Brasi, Ecobrick (empresa de tijolos ecológicos) e os alunos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Foto: divulgação

8- Tijolos ecológicos inovadores feitos a partir de bactérias O projeto bioMason recebeu o primeiro prêmio no Cradle to Cradle Product Innovation Challenge, por desenvolver um método de cultivar materiais através do emprego de microrganismos. Segundo a startup responsável pela inovação, os quatro materiais tradicionais da construção – concreto, vidro, aço e madeira – possuem altos níveis de energia incorporada e utilizam recursos naturais não renováveis, por isso criaram esses tijolos feitos de cimento biológico altamente resistente.

Foto: bioMason

9 – Tijolos sustentáveis ​​feitos a partir de garrafas descartáveis (PET) Esse modelo utiliza tereftalato de polietileno (PET) para substituir a areia na composição dos tijolos. A inovação é da pesquisadora argentina Rosana Gaggino do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONICET) que junto com a sua equipe, desenvolveu um processo que recicla garrafas plásticas descartadas.

Imagem: divulgação

10 – Tijolos ​​feitos com garrafas de cerveja na década de 60, a famosa cervejaria holandesa criou a Heineken World Bottle (WOBO). Idealizada pelo então CEO Alfred Heineken, que pensou em diminuir a quantidade de lixo produzido pela empresa, reutilizando a embalagem como material de construção. Infelizmente elas nunca foram produzidas em escala, apenas 100.000 exemplares, sendo que alguns até foram utilizados para construir uma cabana para Alfred . Atualmente, a Wobo pode ser vista no museu da empresa em Amsterdã , que tem uma parede feita com este material. Com certeza “Freddy”, como era conhecido o idealizador da invenção, estava à frente do seu tempo 10 tijolos ecológicos inovadores.

Imagem: divulgação

Tecnologia
Trezor em ação
Tecnologia
Carros elétricos viram “baterias-móveis” em conceito criado pela Nissan e Foster + Partners
There are currently no comments.